Braço direito de dom Adélio Tomasin


Ex funcionário do Banco do Brasil, o economista José Nilson Ferreira Gomes Filho chegou a Quixadá há 17 anos trazido por dom Adélio Tomasin para administrar à época, a recém fundada rádio da diocese. Ligado ao movimento Shalom, assumiu e administrou a emissora com pessoas desse grupo da renovação carismática. A administração da rádio marcou também a chegada do Shalom em Quixadá.

Durante esse período José Nilson passou a atuar como braço direito de Adélio Tomasin na diocese. Em 1993, com a ampliação da Maternidade Jesus, Maria e José, deixa a rádio e assume a direção daquela unidade hospitalar.

Em 2004 surge a Faculdade Católica e José Nilson acumula a função de dirigente da instituição com a da maternidade. Naquele ano também se lança a prefeito com o apoio de dom Adélio.

Para os partidários de dom Adélio, a versão corrente de que ele teria ajudado com dinheiro da Faculdade as campanhas de José Nilson, não faria sentido. ``Como o dinheiro vem de fora direto para ele, porque ia precisar tirar da Faculdade?``, questiona Batista Alves, um dos coordenadores do movimento pró dom Adélio. O POVO tentou por vários dias ouvir José Nilson sobre a polêmica envolvendo a diocese. Ele não foi localizado. Uma das tentativas foi por meio de Batista Alves, que descartou a possibilidade desse contato.




Jornal O Povo

0 comentários:

Postar um comentário