Termo proíbe mela-mela e paredões de som no carnaval de Quixadá

mela3
Sem bandas e sem local, o carnaval de Quixadá é o pior bloco.
Um acordo entre a Prefeitura Municipal de Quixadá e a Defensoria Pública, juntamente com o representante do Ministério Público, coloca em xeque o carnaval da maior cidade do Sertão Central cearense. Um Termo de Compromisso quase semelhante ao do ano de 2010, que causou polemica na mais tradicional festa popular, voltou com mais força. Na edição anterior apenas o divertido mela-mela foi suspenso das ruas Rodrigues Júnior com Rua do Center Pizza. No atual acordo rubricado pelos representantes da prefeitura, ficou ainda proibido paredões de som em toda a zona urbana.
Em entrevista ao portal Revista Central, o Defensor Público, Júlio César Matias Lobo, explicou que a audiência foi requerida pela Defensoria, em conjunto com Ministério Público, e teve como objetivo assegurar os direitos ao sossego público dos residentes das adjacências das Praças José de Barros e do Chalé. A Prefeitura teve representada pelos secretários de Urbanismo, Carlos Augusto Vitorino, da Cultura, Henrique Rabelo e pelo Gerente Administrativo do Departamento Municipal de Trânsito, Francisco Clerton-Tin, na qual concordaram com o termo que suspende definitivamente qualquer paredão de som na cidade, além da suspensão do mela-mela nas proximidades das praças.
A Audiência recebeu ainda o Comandante do Ronda do Quarteirão, capitão Cavalcante e do Comandante da 2ª Companhia de do 1º BPM, na qual assumiram o compromisso de cumprir o termo e coibir a pratica de poluição sonora oriundo de paredões de som. Bem como impedir que seja realizado o mela-mela no entorno das praças.
De acordo com o Defensor Júlio Lobo, a idéia era retirar definitivamente as festas noturnas do carnaval na Praça José de Barros, porém, como a prefeitura alegou que não dispõe de espaço adequado para a folia, os defensores cederam e aceitaram que ficasse limitado só nos casos mencionados. Há anos as pessoas que moram nesta área proclamavam por uma medida idêntica, porém, na maioria das vezes fracassadas.
Com esta medida, o carnaval de Quixadá vai afundar ainda mais, visto que até o momento não há bandas contratadas pela Prefeitura Municipal de Quixadá, para segurar o folião local e buscar atrair turistas. Enquanto Quixadá mais uma vez deixa a desejar nesta importante festa que traz lucros para os cofres públicos, o município de Banabuiú já está nos preparativos finais para se consolidar como o melhor local para curtir o carnaval na região do Sertão Central, já foi confirmada a banda Solteirões do Forró.
Aos foliões que ainda pretende permanecer na cidade de Quixadá, a melhor opção é se filiar aos blocos carnavalescos da cidade, por exemplo, Bixo Papão que mais uma vez promete brilhar no desfile, ou então, no Camaleão. 




Um comentário:

  1. Cearense de Tauá é um dos donos do mais novo projeto da internet na área de E-commerce.

    Segundo informações e as redes sociais do grupo, eles vem para tentar derrubar o que hoje é uma febre na rede, o "Compra Coletiva". O então Tauaense reside em João Pessoa-PB,onde tem um sócio, tem também um sócio de São Paulo capital, o mesmo acabou de chegar da Finlândia, onde foi fechar uma parceria com um grupo de investidores daquele pais. O site já está no AR, porém apenas para cadastros de possíveis seguidores e futuros adeptos do novo seguimento:

    www.osto.com.br

    Agora e aguardar pra vermos o que vem de novidade...

    ResponderExcluir